AVEC - Associação Vitória em Cristo
Verdade Gospel - Portal gospel de notícias do Brasil
Central Gospel Music
Editora Central Gospel
CLIQUE AQUI e ative sua chave de acesso ao Curso Internacional de Teologia.
 
MÓDULO II - PANORAMA BÍBLICO

O Módulo Panorama Bíblico é formado por duas disciplinas que têm como objetivo apresentar os principais temas, acontecimentos e doutrinas do Antigo Testamento e do Novo Testamento, a fim de proporcionar uma visão da unidade das Escrituras ao relatar o plano divino de salvação, por meio de Cristo e Sua obra Redentora.

 

Nesse módulo, abordamos os seguintes temas:

 

Panorama do Antigo Testamento

  • Conhecendo o Antigo Testamento.
  • A ordem dos livros e a criação.
  • A imagem de Deus e a queda.
  • Babel e Abraão: os conceitos da Aliança.
  • Abraão, Israel, José, Moisés.
  • A adoração no tabernáculo.
  • Josué e os Juízes.
  • Os Reis, Davi, Salmos e Poesia Hebraica.
  • Literatura de Sabedoria, Divisão e Exílio.
  • Cativeiro Babilônico, Retorno do Exílio e os Profetas.

 

Panorama do NovoTestamento

  • Introdução ao Novo Testamento.
  • Mateus, Marcos e Lucas: três retratos de Jesus Cristo.
  • João: o quarto retrato de Jesus Cristo.
  • Atos: a expansão do evangelho.
  • Romanos: carta de Paulo a respeito do evangelho da graça.
  • 1 e 2 Coríntios / Gálatas: vivendo o evangelho da graça.
  • Efésios, Filipenses, Colossenses e Filemom: cartas da prisão.
  • 1 e 2 Tessalonicenses: a prova da fé, a ressurreição e a volta do Senhor / 1 e 2 Timóteo e Tito: cartas de Paulo aos líderes.
  • Hebreus a Judas: cartas gerais aos cristãos.
  • Apocalipse: a consumação de todas as coisas.

 

Disciplinas

 

Professores

 
Panorama do Antigo Testamento – Introdução, Criação e Queda do Homem.

A Bíblia revela quem é o único e verdadeiro Deus, assim como, a expressão do Seu amor pela humanidade. Tal revelação pode ser vista desde a criação do mundo e a formação do homem. No Antigo Testamento, os acontecimentos históricos constituem o cenário dessa suprema revelação de Deus ao homem.

A disciplina Introdução, Criação e Queda do Homem apresenta uma iniciação no mundo das Escrituras Sagradas a partir do enfoque sobre a origem, a constituição e o significado do Antigo Testamento à luz do Novo. Em seguida, estuda-se o início da história da humanidade, destacando o ato criativo de Deus, os primeiros representantes da humanidade, Adão e Eva, a queda, oriunda do pecado, e suas consequências.

Neste estudo, você descobrirá um pouco mais da sua própria história!

Toda Escritura divinamente inspirada é proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça, para que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente instruído para toda boa obra (2 Tm 3.16,17).

 
Panorama do Antigo Testamento – A Fé Judaica e os Patriarcas de Israel

Com a famosa história da confusão de línguas na torre de Babel, o prólogo da Bíblia chega ao fim. É necessário que se saiba que Yahweh, o Deus que falou com Abrão, é o Criador contra o qual a humanidade se rebelou e que Ele impôs julgamentos de variados tipos às pessoas, incluindo o Dilúvio e a confusão de línguas, o que tornou a humanidade bastante diversa e complexa.

A disciplina A Fé Judaica e os Patriarcas de Israel proporciona a necessária consciência das ações da graça de Deus na vida de homens e mulheres, a fim de gerar uma nação cujo descendente estenderia as bênçãos divinas sobre todas as pessoas, em todos os lugares.

Neste estudo, você aprenderá os principais aspectos do contexto cultural do período patriarcal, os conceitos e os propósitos da Aliança de Deus com o Seu povo por meio de Abraão, as maravilhosas e surpreendentes histórias dos principais patriarcas de Israel e também a instituição da adoração no tabernáculo.

Ora, o SENHOR disse a Abrão: (...) E abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; e em ti serão benditas todas as famílias da terra (Gn 12.1,3)

 
Panorama do Antigo Testamento – Da Conquista de Canaã ao Período Pós-Exílico

A conquista da terra permitiu que Israel experimentasse o repouso de Deus, o qual Ele prometera aos israelitas desde o início de sua eleição. Deus cumpre Suas promessas, contudo a soberba de uma nação prenuncia a sua queda.

A disciplina Da Conquista de Canaã ao Período Pós-Exílico contrasta a fidelidade de Deus com a apostasia de Israel. O Senhor não poupou Israel das consequências de suas ações, como mostraram os seus constantes problemas com opressores estrangeiros, mas libertou Israel da opressão por causa de Suas promessas a Abraão e aos seus descendentes.

Aplique-se no estudo deste período histórico que abrange desde Josué até o retorno do exílio babilônico. Deleite-se também com a riqueza da poesia e da literatura de sabedoria hebraica, presentes nos Livros de Jó, Salmos, Provérbios e Eclesiastes. Apreenda princípios indispensáveis para a sua vida e seu relacionamento com Deus!

Tão somente esforça-te e tem mui bom ânimo para teres o cuidado de fazer conforme toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que prudentemente te conduzas por onde quer que andares (Js 1.7).

 
Panorama do Novo Testamento – Evangelhos e Atos

O Novo Testamento apresenta um mundo bem diferente em relação ao do Antigo Testamento. Novos grupos políticos e religiosos estavam no poder. Uma nova potência mundial estava no controle. Até as interpretações dos judeus a respeito da Lei e do Messias prometido por Deus haviam mudado.                               

A disciplina Evangelhos e Atos apresenta a natureza e o propósito das Escrituras Sagradas e o Antigo Testamento como fundamento que originou a Nova Aliança. Proporciona uma visão do período intertestamentário, que antecedeu e preparou os acontecimentos históricos da época do Novo Testamento. Em seguida, são estudados os Evangelhos, que contêm o anúncio das boas novas sobre Jesus, o Messias, e o Livro de Atos, que revela a história da disseminação do Cristianismo pelo mundo.

Conheça a narrativa do cumprimento do plano redentor de Deus por intermédio de Seu Filho, Jesus Cristo, e do estabelecimento de uma nova comunidade da fé que respondeu à missão e ao ministério de Jesus.

Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho, e ele será chamado pelo nome de EMANUEL, que traduzido é: Deus conosco (Mt 1.23).

 
Panorama do Novo Testamento – Epístolas Paulinas

As epístolas, ou cartas, são o gênero dominante no Novo Testamento. Apesar de ocasionais, pois abordam públicos e situações específicos, elas são uma combinação de correspondências privadas com endereçamento público. Quando o impulso sentimental assume o controle, a estrutura se torna praticamente um fluxo de consciência, com pensamentos saltando da mente do escritor de forma emocional e não simplesmente lógica.

Na disciplina Epístolas Paulinas, estudaremos as cartas pessoais do apóstolo Paulo às igrejas (Romanos a Tessalonicenses) e a seus líderes (Timóteo a Filemom). Desfrutaremos das palavras, dos ensinamentos e das exortações do apóstolo a respeito do evangelho da graça, da vida cristã, da pregação do verdadeiro Cristianismo, da prova da fé, da ressurreição e da volta de Cristo.

Aproveite esta oportunidade para sanar suas dúvidas doutrinárias e desfrutar dos maravilhosos conselhos de Paulo para os seus filhos na fé!

Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu e também do grego (Rm 1.16).

 
Panorama do Novo Testamento – Hebreus a Apocalipse

Enquanto o evangelho se espalhava pelo império romano durante o último terço do primeiro século, a Igreja de uma maneira crescente encontrava dois grandes desafios: as falsas doutri­nas e a perseguição política.

Com a intensificação da perseguição aos cristãos, a Igreja do primeiro século também enfrentou problemas internos. Ela passou a batalhar contra o pecado, as doutrinas e práticas heréticas, bem como contra a apatia espiritual.

Cristo havia prometido voltar, mas quando e como? Além disso, o que Jesus faria em relação aos problemas pelos quais a Igreja passava quando Ele, de fato, retornasse? Em meio a essas circunstâncias, os leitores preci­sa­vam ser encorajados e exortados.

Leia Hebreus a Apocalipse e conheça as oito epístolas gerais (Hebreus a Judas) e o Livro de Apocalipse, abordando a plenitude da revelação e da salvação em Cristo, a importância da prática da Palavra de Deus, a perseguição e o sofrimento do cristão, o combate aos falsos mestres e às heresias na igreja do Novo Testamento, a defesa da fé, os sinais do fim e a revelação de Jesus Cristo sobre os acontecimentos futuros.

Visto que temos um grande sumo sacerdote, Jesus, Filho de Deus, que penetrou nos céus, retenhamos firmemente a nossa confissão (Hb 4.14).